(79) 99939-6921

japoatafm@gmail.com

Japoatã - SE

OUÇA

Governo de Sergipe decreta luto oficial de três dias pela morte de Maria Feliciana – Governo de Sergipe

 Governo de Sergipe decreta luto oficial de três dias pela morte de Maria Feliciana – Governo de Sergipe

O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias pela morte da sergipana Maria Feliciana dos Santos, que faleceu neste sábado, 27, aos 77 anos de idade. O Decreto n° 678 reconhece a importância dessa sergipana na divulgação do nosso estado, da nossa cultura, elevando o nome de Sergipe por onde passou, cuja história de vida fica eternizada na memória dos sergipanos.
Conhecida nacionalmente pelos seus 2,25 metros de altura, Maria Feliciana ganhou notoriedade por ter sido uma das mulheres mais altas do mundo durante a década de 1960. Seu nome foi emprestado ao prédio mais alto do estado, o Edifício Estado de Sergipe, localizado no centro de Aracaju, onde funcionou a primeira sede do Banco do Estado de Sergipe (Banese).
Além de dar nome ao icônico edifício, a sergipana do município de Amparo do São Francisco foi homenageada pelo Estado de outras diversas maneiras, a exemplo da escultura de bronze em tamanho real, instalada desde o ano de 2022 no Museu da Gente Sergipana, também na capital. A obra foi produzida pelo artista sergipano Elias Santos.
Por meio das redes sociais, o governador em exercício, Jeferson Andrade, expressou pesar pelo falecimento da sergipana. “Como governador interino, decreto luto oficial de três dias pelo falecimento de Maria  Feliciana. A rainha das alturas foi destaque no programa do Chacrinha com seus 2,25 metros e levou a cultura popular de nosso estado por onde passou. Descanse em paz”, escreveu o gestor.
O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias pela morte da sergipana Maria Feliciana dos Santos, que faleceu neste sábado, 27, aos 77 anos de idade. O Decreto n° 678 reconhece a importância dessa sergipana na divulgação do nosso estado, da nossa cultura, elevando o nome de Sergipe por onde passou, cuja história de vida fica eternizada na memória dos sergipanos.
Conhecida nacionalmente pelos seus 2,25 metros de altura, Maria Feliciana ganhou notoriedade por ter sido uma das mulheres mais altas do mundo durante a década de 1960. Seu nome foi emprestado ao prédio mais alto do estado, o Edifício Estado de Sergipe, localizado no centro de Aracaju, onde funcionou a primeira sede do Banco do Estado de Sergipe (Banese).
Além de dar nome ao icônico edifício, a sergipana do município de Amparo do São Francisco foi homenageada pelo Estado de outras diversas maneiras, a exemplo da escultura de bronze em tamanho real, instalada desde o ano de 2022 no Museu da Gente Sergipana, também na capital. A obra foi produzida pelo artista sergipano Elias Santos.
Por meio das redes sociais, o governador em exercício, Jeferson Andrade, expressou pesar pelo falecimento da sergipana. “Como governador interino, decreto luto oficial de três dias pelo falecimento de Maria  Feliciana. A rainha das alturas foi destaque no programa do Chacrinha com seus 2,25 metros e levou a cultura popular de nosso estado por onde passou. Descanse em paz”, escreveu o gestor.

source