(79) 99939-6921

japoatafm@gmail.com

Japoatã - SE

OUÇA

Energisa Sergipe terá mudança na tarifa com efeito de +1,43% em residências – F5 News

 Energisa Sergipe terá mudança na tarifa com efeito de +1,43% em residências – F5 News

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou a aprovação do reajuste tarifário para a Energisa Sergipe Distribuidora de Energia S.A. (ESE) na última terça-feira (16). O efeito médio a ser percebido pelos consumidores residenciais da distribuidora, que atende cerca de 870 mil unidades, será de 1,43%. Os novos valores entrarão em vigor a partir da próxima segunda-feira (22).
Para os consumidores residenciais (B1), o reajuste será de 1,43%, enquanto para a baixa tensão o aumento será de +1,38%.
Para os consumidores de média e alta tensão (indústrias e comércios de médio e grande portes), o efeito médio será de +0,43%.
O cálculo do reajuste das tarifas de energia elétrica segue as regras estabelecidas nos contratos de concessão. Segundo a Aneel, a Parcela A, que engloba os custos não gerenciáveis pela distribuidora, como os Encargos Setoriais, foi a principal responsável pelo aumento percebido, com um impacto de 3,93%. 
Por outro lado, a parcela que cabe à distribuidora e os componentes financeiros do ano apresentaram redução.
Na composição da tarifa, a distribuidora representa a menor parcela, com apenas 28,5% do valor cobrado na fatura destinado à Energisa Sergipe para cobrir os custos operacionais, de manutenção e investimentos. O restante é repassado para empresas geradoras de energia (31,4%), transmissoras (6,1%) e encargos e tributos governamentais (34%).
Essa mudança ocorreu em outros dois estados também, confira:
Tarifa do Ceará terá redução
Os consumidores residenciais da distribuidora Enel CE (Enel Distribuição Ceará) terão uma redução de 3,10% em suas tarifas. Essa medida trará benefícios para cerca de 3,9 milhões de unidades consumidoras distribuídas em todos os 184 municípios do estado.
A ANEEL explicou que essa redução é resultado, em grande parte, da substituição da aquisição de energia por contratação bilateral na modalidade de CCEAR (Contrato de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado), com um preço médio mais acessível.
No Rio Grande do norte haverá aumento
O reajuste tarifário será de 8,14% e impactará cerca de 1,58 milhão de residências atendidas pela Neoenergia Cosern.
Segundo a ANEEL, os principais motivos para os aumentos nos estados de Sergipe e do Rio Grande do Norte foram as despesas com encargos setoriais, custos de transmissão de energia e ajustes financeiros.

source