(79) 99939-6921

japoatafm@gmail.com

Japoatã - SE

OUÇA

Conheça Willian Colorado o único campeão do MMA em três categorias – O que é notícia em Sergipe – Infonet

 Conheça Willian Colorado o único campeão do MMA em três categorias – O que é notícia em Sergipe – Infonet





Com uma trajetória de superação e marcada por muitas dificuldades, o sergipano Willian Souza Guadalupe, o Willian Colorado é destaque na luta do Jungle Fight 124, Campeonato de MMA. Ele é o único a ser campeão com três títulos em diferentes categorias.
No último fim de semana, o atleta conhecido por seu jeito destemido e provocador, venceu o mineiro Daniel Buldog durante a luta que foi realizada no octógono no Ginásio Constâncio Vieira, em Aracaju, pela categoria peso pena (até 66kg).
“Foi uma honra defender meu cinturão em casa com todo público sergipano, finalizar o ciclo do maior evento da América Latina e ir pra Copa do Mundo” ressaltou Colorado, mirando o UFC.
Em sua carreira no MMA, Willian acumula diversas conquistas que estão registradas no Sher Dog. São 13 vitórias com nove nocautes e duas finalizações. Ele foi 3º colocado no Campeonato Brasileiro de Box, Tri-campeão no sergipano de Jiu-jítsu, campeão do Brasil Fight Combat e Guará Fight. No Rio de Janeiro, o lutador venceu seu adversário André em 36 segundos. O nocaute mais rápido da edição 95 do Jungle Fight.
Como ingressou no mundo da luta
O Portal Infonet conversou com o jovem que cresceu no Eduardo Gomes, em São Cristóvão, e que aos 27 anos acumula diversas conquistas no mundo das artes marciais.
Em 2011, o garoto Willian começou a lutar numa academia chamada Coiote Teen. “Fiquei esperando minha mãe juntar dinheiro para conseguir pagar a mensalidade. Ela ia vendendo sorvete, geladinho, água mineral para poder pagar essa mensalidade. Ela foi juntando e quando chegou um certo mês, ela encheu a mão de moeda, eu peguei e levei com toda alegria do mundo para a recepção da academia, me matriculei e comecei.”
Éder Coiote, o seu primeiro treinador, enxergou em Willian o forte potencial nas artes marciais e após um mês na academia foi competir em um evento de luta de Boxe.
Momento desafiador
Repleta de dificuldades, Willian Colado resistiu e enfrentou um momento desafiador em sua trajetória quando ele recebeu a oportunidade de entrar no UFC, em 2020. No entanto, ele não conseguiu bater o peso, chegando a passar mal e perder uma grande parte de seus patrocinadores. Naquele momento, Willian vivenciava uma crescente alta vindo de 11 vitórias consecutivas com dois cinturões do maior evento da América Latina. Com a perda dos recursos, ele precisou voltar a treinar sozinho e não pôde à época performar na luta seguinte, precisando recomeçar.
“Eu acredito muito nos planos de Deus. Depois daquele episódio, eu tive a oportunidade de treinar com o melhor treinador de MMA do mundo, o Cícero Vinícius, mestre Revira e José Carlos Garrido.“
Por outro lado, Willian também guarda momentos que marcou a trajetória. “O que mais me deixa marcado é a alegria das pessoas que estão ao meu lado. As pessoas que torceram por mim quando não era ninguém. Pessoas que me apoiaram, tiveram comigo desde o início da minha carreira e investiram sem ter recurso para investir no meu sonho. Eu mostrava tanta fé para eles que ficavam impressionados”, conta o atleta emocionado.
Curiosidade do sobrenome Colorado
O sobrenome artístico “Colorado” surgiu ainda antes de ingressar nas aventuras e lutas das artes marciais. Willian chegou a jogar futebol na categoria de base do Sergipe, além de ser centroavante do clube.
“Quando eu saí do futebol e fui para as artes marciais, eu não tinha roupa de Muay Thay e ia treinar com a roupa do Sergipe. Meu treinador era péssimo de memória e dizia ‘ô, Colorado, faça isso, faça aquilo’ e acabou que pegou o Colorado. Hoje eu ressignifiquei. Colorado é o cara que está pronto para fazer o impossível que quebra qualquer barreira e desafio, vai lá e faz.”
Motivação
Com a conquista do título no último sábado, 16, em Aracaju, Willian encerrou seu ciclo no Jungle Fight e deve trabalhar para ingressar no UFC nos próximos meses.
“Tenho traçado uma meta em ser um único cara do planeta a ser Tri-Campeão do maior evento do mundo simultaneamente que é o UFC. Já consegui esse efeito no maior evento da América Latina que ninguém tinha feito. Quando eu cheguei no Jungle, só existia um cara que era duplo campeã que era Jonas Bilharinho. Eu tenho uma frase que uso muito: ‘se alguém conseguir, eu consigo. Se ninguém conseguir, eu vou ser o primeiro.’ Se ele tinha dois cinturões, eu vou ter também. Fui lá, conquistei o primeiro, segundo e agora eu conquistei o terceiro. Se ninguém conseguiu ser tri-campeão, eu vou ser tricampeão. Fui lá e conquistei o terceiro”, lembra
Para treinar e estar preparado para enfrentar seus adversários nas lutas, Willian precisa ir até a São Paulo em seguida seguir para o Chile. Os treinos acontecem na academia do Revira Black Teen com duração de cerca de 16 horas de treino. “A gente começa a primeira parte do treinamento aqui no Brasil, no meio do treino segue para o Chile, aperta o treinamento mais voltado para o Kickboxing e Boxe no Chile. Na reta final a gente volta para o Brasil, faz os últimos ajustes e vem para a luta”, explica Colorado, que agora pretende ingressar no UFC.
Por Cleiton Alberto e Aisla Vasconcelos
Últimas
PMA abre consulta online para licitação do transporte público
Idoso investigado por stalking e agressão física é preso em…
Irmãos são presos acusados de venda irregular de combustíveis
Dispensação do medicamento Gabapentina é regularizada pelo MPSE
Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 83 milhões neste sábado, 23
Acusado de latrocínio é preso nas proximidades do Porto de Sergipe
Feirinha da Gambiarra Especial acontece neste sábado, 23
Confira a programação oficial do Pré-Caju 2024
Corrida Cidade de Aracaju provocará alterações no trânsito da…
Restaurantes do Sesc Atalaia, Socorro e Itabaiana abrirão para…
Servidores públicos de Aracaju recebem salário na quarta-feira, 27
Pontos de vacinação nos shoppings voltam a funcionar aos sábados
Marcha dos trabalhadores marca paralisação dos professores em…
Mulher é agredida e ameaçada pelo companheiro em Boquim
Adasfa realiza a 36ª campanha de adoção consciente
Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais

source